QUAL A MELHOR AERONAVE PARA INSTRUÇÃO PRIMÁRIA

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

NOTÍCIAS - AEROPORTO INTERNACIONAL AFONSO PENA, EM CURITIBA TERÁ HORÁRIO REDUZIDO


Pistas serão recapeadas das 14h de sábado às 12h de domingo e nas madrugadas dos dias úteis; 90 mil passageiros serão afetados
Nataly Costa - O Estado de S. Paulo
CURITIBA - O Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, vai fechar durante as madrugadas dos dias úteis e em grande parte do fim de semana para obras nas pistas de pouso e decolagem, a partir do próximo mês. Segundo as empresas aéreas, a medida afeta pelo menos 90 mil passageiros com bilhetes já comprados e implica cancelamento de mais de 170 voos por semana.
A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) vai interditar totalmente as pistas entre 23h30 e 6h de segunda a quinta-feira e das 14h do sábado às 12h do domingo. Assim, as obras de recapeamento e iluminação vão levar nove meses, a partir de 12 de setembro. Nos feriados, Natal e ano-novo, as reformas serão suspensas.
Por meio do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), as companhias enviaram um ofício à Infraero na sexta-feira, pedindo a revisão dos horários da obra, de 48h semanais para 44h. Propõem que as intervenções sejam feitas de domingo a sexta-feira das 0h às 6h e das 21h do sábado às 8h do domingo. Assim, a obra demoraria 30 dias a mais.
A proposta partiu das empresas que operam no aeroporto: TAM, Gol, Avianca, Azul, Trip, Passaredo, NHT e Webjet. No mesmo ofício, o Snea pede também que a Infraero reveja os horários das obras do aeroporto de Londrina, ainda sem cronograma definido, mas que também terá interdição total.
O Snea aguarda uma resposta da Infraero - ao Estado, a estatal afirmou que pretende manter os horários da interdição.
Os passageiros do Afonso Pena - que fica na região metropolitana de Curitiba, em São José dos Pinhais - não têm alternativa na cidade: o aeroporto de Bacacheri, também da Infraero, a 7 km do centro, só recebe aviões de pequeno porte. Atualmente, o aeroporto internacional opera apenas com uma pista - a auxiliar já está fechada. A proposta inicial do Snea para a Infraero era reformá-la e deixá-la pronta para uso, para só então começar as obras da principal.
INTERNACIONAIS - Apesar de enfrentar resistência das empresas locais, a reforma afeta também os passageiros em conexão para voos internacionais. "Imagina quem vai pegar um voo noturno para a Europa em São Paulo, no sábado. Tem de sair de Curitiba de manhã e passar o dia inteiro em Cumbica, esperando", observa o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) do Paraná, Celso Tesser. "O mesmo vale para quem chega de voos internacionais no sábado pela manhã, em São Paulo ou no Rio. Se não tiver conexão para Curitiba antes das 14h, essa pessoa só volta para casa no outro dia.

Fonte:
O Estadão

Nenhum comentário: