QUAL A MELHOR AERONAVE PARA INSTRUÇÃO PRIMÁRIA

quarta-feira, 13 de julho de 2011

NOAR DIVULGA NOTA OFICIAL À IMPRENSA

COMUNICADO À IMPRENSA

Comunicado


É com pesar que a Noar Linhas Aéreas comunica oficialmente a queda de sua aeronave modelo LET 410 com prefixo PR-NOB às 06h52 minutos dessa quarta-feira, dia 13 de julho, logo após decolar do Aeroporto Internacional do Recife (PE). O avião transportava 14 passageiros e 02 tripulantes e fazia a rota Recife – Mossoró (RN), com escala em Natal (RN). Infelizmente não houve sobreviventes.

Nesse primeiro momento, a prioridade da companhia aérea é prestar todo o atendimento necessário aos familiares das vítimas. É isso o que está sendo feito com disponibilidade de transporte, hospedagem e acompanhamento de equipe multidisciplinar (psicólogos, médicos, assistentes sociais, etc).

O Comando da Aeronáutica, a ANAC e a autoridade policial já estão conduzindo as investigações pertinentes sobre o acidente. A empresa informa que as habilitações técnicas e os certificados de capacitação física dos pilotos estavam regulares.

Informamos ainda que todos os voos de hoje foram suspensos e os passageiros com voos marcados para o dia de hoje estão sendo remanejados para outras companhias aéreas.

Fonte: Noar Linhas Aéreas

LET410 DA NOAR CAI EM UM TERRENO BALDIO NO RECIFE.


O avião da Noar Linhas Aéreas, que caiu na manhã desta quarta-feira em Recife, matando pelo menos 16 pessoas, já havia apresentado problemas antes. O piloto Roberto Gonçalves, que morreu no acidente, havia dito ao irmão dele, o também piloto Jairo Gonçalves, que a aeronave apresentava perda de força na decolagem e havia atribuído o problema a um defeito do modelo LET-410. Ele havia dito ainda que um grupo de técnicos já havia vindo do exterior para verificar o problema. A aeronave é fabricada pela Let Aircraft, da República Tcheca, e a Noar opera com apenas dois aviões deste modelo.

- Pelo visto, o problema não foi solucionado - disse Jairo, acrescentando que não acredita em falha humana e que o irmão era "muito experiente e evitou uma tragédia" ao se afastar de uma área residencial e tentar um pouso forçado em um terreno baldio.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou que o avião estava com a manutenção em dia.

Segundo informações da Aeronáutica, a aeronave decolou às 6h51m do aeroporto de Recife com destino a Mossoró, com escala em Natal, e caiu às 6h55m perto praia de Boa Viagem. O Comando da Aeronáutica, em nota, informou que o avião decolou e logo em seguida, o piloto informou à Torre de Controle estar em situação de emergência e que tentaria pousar na praia de Boa Viagem.

A queda ocorreu em um terreno baldio, entre Recife e Jaboatão dos Guararapes. O piloto teria buscado o terreno baldio para o pouso forçado, mas não conseguiu evitar a queda.

Logo depois de tocar o solo, o avião explodiu. Todos os ocupantes morreram carbonizados.


Segundo o Comando da Aeronáutica, o piloto do avião informou no plano de voo a existência de 16 pessoas a bordo e a informação foi ratificada pela tripulação quando em contato inicial com a torre de controle, antes da decolagem. O avião tem capacidade para até 19 pessoas, segundo a Noar.

A assessoria da Noar Linhas Aéreas ainda não divulgou a lista dos ocupantes do avião, entre tripulantes e passageiros, e não confirmou o número de pessoas a bordo.

A empresa afirmou apenas que mantém uma equipe no aeroporto Internacional Augusto Severo para prestar assistência aos familiares das vítimas.

A área onde o avião caiu foi isolada e os bombeiros trabalham no resgate dos corpos. Peritos também estão no local em busca de informações que possam explicar o que motivou a queda.

Todos os voos da companhia aérea nesta quarta-feira foram cancelados, segundo informação de atendentes da própria empresa. A Infraero informa que a decisão de paralisar as atividades não foi dela, como inicialmente informado.

A Aeronáutica iniciou as investigações para apurar as causas da queda.


Noar completou 1º ano de operação em junho


A Noar Linhas Aéreas completou um ano de atuação em junho e atua em cinco estados do Nordeste, com voos para Recife, Maceió, Aracaju, João Pessoa, Natal e Mossoró. A companhia opera voos diários entre Recife e Maceió e pelo menos três voos por dia na rota Recife/Natal/Mossoró.

O objetivo da empresa é atender principalmente executivos em trânsito entre essas cidades. Em setembro passado, a empresa anunciou parceria com a Gol, na qual os passageiros podem comprar uma passagem no trecho Rio de Janeiro-Mossoró, voando em aviões da Gol e da Noar com apenas um check-in e despachando a bagagem até o destino final. A Noar é uma empresa privada e suas operações foram iniciadas com investimento de R$ 40 milhões. A companhia fazia uma média de 280 voos semanais.


O LET-410 é uma aeronave de fabricação tcheca com capacidade para até 19 passageiros. O avião tem uma envergadura de 19,9 metros, com 14 metros de comprimento e uma altura de 5,8 metros. Em sua página na internet, a Noar informa que o avião pode voar mais baixo, em "voos praticamente panorâmicos".

Em 2006, um acidente com um avião do mesmo modelo, da companhia Team, deixou 19 pessoas mortas no Rio de Janeiro. O avião havia saído de Macaé com destino a capital carioca. Em fevereiro deste ano, um LET- 410 caiu perto da capital de Honduras, Tegucigalpa, matando os dois pilotos e 12 passageiros que estavam a bordo.


Fonte: O Globo

domingo, 10 de julho de 2011

EMBRAER COMEÇA A FABRICAR O PHENOM 100 NOS EUA


A Embraer informou nesta quarta-feira, 6 de julho de 2011, que a unidade da Embraer Executive Jets em Melbourne, Flórida (EUA), recebeu no dia 10 de junho a fuselagem e as asas do primeiro jato Phenom 100 que será montado nos Estados Unidos. Segundo a empresa, a chegada da fuselagem do jato da categoria chamada “entry level” confirma que a Embraer continua cumprindo o cronograma para produzir e entregar a primeira aeronave do tipo até o final deste ano.

Ernest Edwards, Vice-Presidente da Embraer para o Mercado de Aviação Executiva, afirmou que “a chegada das peças à nova instalação de montagem do Phenom 100, com 7.400 metros quadrados, foi um momento muito importante para nossos empregados em Melbourne. Este é um marco que reitera nosso comprometimento em relação à nossa presença no mercado norte-americano e aos nossos clientes em todo o mundo. Tal fato também comprova o sucesso deste produto inovador e esperamos em breve iniciar as entregas dos primeiros aviões fabricados nos EUA.”

A Embraer ainda informou que o Phenom 100 foi o jato mais entregue do mundo em 2010, reforçando ainda mais o crescimento da participação de mercado da Embraer no mercado de jatos executivos.

Sobre o aproveitamento da mão de obra local, que sofreu um forte impacto com o encerramento do programa do Ônibus Espacial dos EUA (Space Shuttle), Phil Krull, Diretor-Geral da Embraer Executive Jets, disse: “Temos hoje 69 engenheiros qualificados e outros técnicos de aviação – alguns ex-empregados da NASA – trabalhando na linha de montagem do Phenom 100 nesta unidade no condado de Brevard. Esperamos ter um total de 200 empregados contratados até o final de 2012, com o crescimento da produção.”

Em dezembro de 2008, a Embraer iniciou em Melbourne a primeira fase do projeto de construção, consistindo num hangar e num prédio administrativo, realizando um investimento de 50 milhões de dólares (aproximadamente 78 milhões de reais). Em fevereiro deste ano, o prédio e o hangar foram inaugurados.

As obras do Centro de Clientes incorporando um showroom, e que faz parte da segunda fase do projeto de construção, já estão em andamento, com previsão de entrega para o final de outubro. O showroom permitirá que os clientes visualizem as várias opções de acabamento dos jatos.

Fonte: Poder Aéreo

Gol compra Webjet por R$ 96 milhões


A Gol anunciou nesta sexta-feira a aquisição de 100% do capital social da companhia aérea de tarifas econômicas Webjet, por R$ 96 milhões, sujeito a ajustes. Embora a companhia tenha sido avaliada em R$ 310,7 milhões durante as negociações, o valor final do negócio foi reduzido em razão das dívidas da empresa, estimadas em cerca de R$ 215 milhões.

Fundada em 2001, Gol transporta mais de 28 milhões por anoCom Webjet, Gol se aproxima da liderança do mercado aéreoNúmero de passageiros da Webjet cresceu 95 vezes desde 2005

Bovespa fecha em queda de 1,12%; ações da Gol sobem 3,5%

A compra será feita por meio da Varig Linhas Aéreas, empresa controlada pela Gol.

Fundada há dez anos, a Gol opera 900 voos diários para 51 destinos domésticos e 11 destinos internacionais. Já a Webjet possui uma frota de 24 aeronaves Boeing 737-300 (148 assentos), e rotas para 16 cidades nacionais, realizando mais de mil voos por semana.

Em fevereiro deste ano, a Gol chegou a superar a TAM na liderança do mercado doméstico de avião comercial, com uma participação em torno de 40%, três anos após a aquisição da Nova Varig por US$ 320 milhões. No mês seguinte, porém, a TAM voltou a assumir a liderança.

Os últimos dados divulgados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), referentes ao mês de maio, apontam que a TAM tinha 44,43% do mercado interno, contra 35,39% da concorrente. A Webjet, no mesmo mês, tinha participação de 5,16%.

De acordo com comunicado na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a aquisição "está sujeita, entre outras condições, à realização de auditoria técnica e legal nas atividades e ativos da Webjet, à negociação e celebração dos documentos definitivos pelas partes e às aprovações das autoridades governamentais pertinentes".

A Gol informou que manterá seus acionistas e o mercado informados da evolução nas negociações. Haverá uma teleconferência sobre a compra na segunda-feira, às 13h.

No primeiro trimestre, a empresa registrou um lucro líquido de R$ 110,5 milhões e uma receita líquida de R$ 1,89 bilhão, com um total de 8,6 milhões de passageiros transportados nesse período.

A operação de hoje ocorre depois que a TAM anunciou a fusão com a chilena LAN, no segundo semestre do ano passado --a operação, porém, ainda deve passar pelo crivo do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), do Ministério da Justiça, nos próximos três meses.

MERCADO AQUECIDO

O negócio é anunciado num cenário de aquecimento da demanda doméstica. Segundo a Anac, a procura por voos teve um aumento de 28,67% em maio, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Em relação à oferta, o crescimento foi de 15,34%.

A demanda nos voos internacionais operados por empresas brasileiras, por sua vez, cresceu 21,55% em relação a maio do ano passado.

O número de passageiros que passam anualmente pelos 67 aeroportos administrados pela Infraero aumentou em 87% na última década.

Para este ano, a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, da USP) projeta um crescimento de 25% na demanda de passageiros, dependendo de fatores econômicos, após um crescimento de 20% no ano passado de 15% na média dos sete anos anteriores.

RISCOS E VANTAGENS

Sem mais detalhes sobre a compra da Webjet, analistas de mercado já destacavam as boas perspectivas, uma vez que a aquisição deve resultar no aumento do total de "slots" (direitos de pouso e decolagem nos principais aeroportos do país) da Gol.

O valor da operação também ficou abaixo de algumas projeções que circulavam pelo mercado. Alguns chegaram a apontar um valor acima dos R$ 300 milhões.

Especialistas, no entanto, chamam a atenção para uma possível demora no julgamento dessa operação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), o que poderia atrapalhar os ganhos com sinergias.

Leia a íntegra do comunicado:

"São Paulo, 08 de julho de 2011 - A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (BM&FBovespa: GOLL4 e NYSE: GOL), (S&P/Fitch: BB-/BB-, Moody`s: Ba3) ("Companhia"), a maior companhia aérea de baixo custo e baixa tarifa da América Latina, em atendimento às disposições da Instrução CVM n.° 358/2002 ("ICVM 358"), comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que nesta data:

_(i) a VRG Linhas Aéreas S.A. ("VRG"), sociedade controlada pela Companhia, celebrou com os acionistas controladores da Webjet Linhas Aéreas S.A. ("WebJet") memorando de entendimentos que tem por objetivo a aquisição de 100% do capital social da WebJet pela VRG;_

_(ii) a aquisição está sujeita, entre outras condições, à realização de auditoria técnica e legal nas atividades e ativos da WebJet, à negociação e celebração dos documentos definitivos pelas partes e às aprovações das autoridades governamentais pertinentes;_

(iii) o preço a ser pago para a referida aquisição será de R$96.000.000,00 sujeito a ajustes até a data em que a operaçao for concluída. A Webjet foi avaliada pelas Partes (ie. Enterprise Value) em R$310.700.000,00 (trezentos e dez milhões e setecentos mil reais).

A Companhia manterá seus acionistas e o mercado informado acerca da evolução do assunto objeto deste Fato Relevante. A Companhia comunica que será feita uma teleconferência com uma apresentação, sobre este fato relevante."

Fonte: Folha.com

quinta-feira, 7 de julho de 2011

NOTÍCIAS - INVESTIGAÇÃO SOBRE QUEDA DE AVIÕES DA FAB DEVE TERMINAR EM 30 DIAS


A Aeronáutica deve concluir em 30 dias a investigação sobre o acidente envolvendo dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorrido nesta quarta-feira (6) em Pirassununga, no interior de São Paulo. Os quatro ocupantes das duas aeronaves morreram.
Cada aeronave levava um piloto e um instrutor. Segundo a FAB, as aeronaves faziam um treinamento de pilotos da Academia da Força Aérea (AFA). As duas aeronaves são modelos T-25 Universal, usados pela Aeronáutica na instrução avançada de cadetes.
O acidente ocorreu logo após os T-25 decolarem para voo de treinamento para uma apresentação prevista para ser realizada em uma formatura na próxima sexta-feira (8) na AFA. As aeronaves teriam colidido quando estavam lado a lado, ainda se agrupando para a simulação.
Os aviões caíram em um canavial que fica em uma fazenda. Eles estavam a cerca de 200 metros do chão quando ocorreu a queda. Outros dois aviões participavam do treinamento - os pilotos já prestaram depoimento.
Os corpos das vítimas – os capitães Tibério César Corvello Vitola e Alex Araújo Affonso Rego e os tenentes André Luiz Franchi Grigoletto e Jamil Nazif Rasul Neto – já foram resgatados. Eles estavam na Academia da Força Aérea nesta manhã, onde será realizado o velório.
Todos os oficiais tinham mais de mil horas de voo de experiência cada e estavam acostumados com o treinamento – eles faziam pelo menos dois voos como o ocorrido nesta quarta por dia.
Apenas André Luiz Franchi Grigoletto era de Pirassununga e será enterrado na cidade ainda nesta quinta-feira. Tibério César Corvello Vitola era do Rio Grande do Sul, e as outras duas vítimas, do Rio de Janeiro.
Fonte: Portal G1