QUAL A MELHOR AERONAVE PARA INSTRUÇÃO PRIMÁRIA

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Queda de avião sobre casa no estado de Nova York matou 50, diz companhia


Um avião da Continental Airlines, que fazia o trajeto de Newark, em Nova Jersey, para Buffalo, no estado de Nova York, caiu sobre uma casa em uma área residencial de Clarence Center, no subúrbio da cidade, matando 50 pessoas.

O acidente ocorreu por volta das 22h20 (horário local, 1h20 no horário de Brasília) de quinta-feira (12), informou a Federal Aviation Administration (Administração Federal de Aviação, FAA), na madrugada desta sexta-feira (13).

Ainda não se sabem os motivos do acidente. No momento da queda, havia neve e chuva na região, condições meteorológicas normais para esta época do ano. A Continental Airlines informou que a aeronave do voo 3407, um Dash Q400 Bombardier operado pela Colgan Airways e transportava 44 passageiros, quatro tripulantes e um piloto de folga. Anteriormente, a empresa havia dito que havia 49 pessoas a bordo.


A Colgan Air é uma subsidiária da Pinnacle Airlines. Continental Connection é uma marca sob a qual diversas companhias aéreas operam voos regionais comercializados pela Continental Airlines

Autoridades locais confirmaram a morte de uma pessoa que estava dentro da casa atingida, totalizando 50 mortos até agora.

Duas pessoas que aparentemente moravam na casa atingida estão hospitalizadas, mas não correm risco de morrer. O hospital identificou-as como Karen Wielinski, 57, e sua filha, Jill, 22, segundo o jornal local "Buffalo News".

A empresa identificou os membros da tripulação como Marvin Renslow, piloto; Rebecca Shaw, copiloto, e as comissárias de bordo Matilda Quintero e Donna Prisco. O piloto de folga chamava-se Joseph Zuffoletto.

A FAA também informou que seus especialistas iriam começar a apurar as causas do acidente logo ao amanhecer.

O NTSB mandou uma equipe de investigadores para Buffalo. Eles disseram que ainda não faziam ideia do que poderia ter causado o acidente e adiantaram que a investigação deve levar dias. As caixas-pretas já foram recuperadas e enviadas para análise em Washington.

A fabricante canadense Bombardier também anunciou que vai enviar uma equipe ao local. Em 2007, a Scandinavian Airlines havia retirado de sua frota 27 aeronaves semelhantes ao avião acidentado nesta quinta-feira, por conta de problemas no trem de pouso.

Richard Kolko, porta-voz do FBI, disse que não há nenhum indício de que o acidente tenha relação com questões de segurança.

Amy Kudwa. porta-voz do Departamento de Segurança Interna, disse em Washington que não há terrorismo no caso. "Todos os indícios são de que se trata de um evento de segurança aérea", disse.


Parentes das vítimas
Pelo menos 30 parentes de vítimas passaram a noite no aeroporto de Buffalo. Eles foram levados a uma área privada e então levados a uma instalação na cidade próxima de Cheektowaga, onde representantes da Continental esperavam para orientá-los.

Chris Kausner, que acreditava que sua irmã estava no avião acidentado , correu para o local depois de ter avisado sua mãe, que estava em férias na Flórida. "Para falar a verdade, ouvi minha mãe fazer um barulho no telefone que eu nunca tinha ouvido antes. Não é bom, não é bom", disse a jornalistas.
A CNN informou, citando o jornal "Buffalo News", que uma das pessoas que morreram, Beverly Eckert , era viúva de uma vítima dos ataques de 11 de setembro e que ela estava indo para Buffalo para lembrar o que seriam os 58 anos do marido.

Este foi o primeiro acidente fatal de um avião comercial de grande porte nos EUA desde que, em agosto de 2005, um jato da Comair saiu da pista no Kentucky.

Desde os atentados aéreos de 11 de setembro de 2001 no país, a aviação comercial dos EUA registra seu período de maior segurança, transportando meio bilhão de passageiros por ano com apenas três acidentes fatais, todos eles envolvendo pequenas companhias regionais.

Há menos de um mês, um avião da US Airways fez um bem sucedido pouso de emergência no Rio Hudson , e todos os 155 a bordo escaparam ilesos. Os primeiros dados da investigação mostra que o acidente provavelmente ocorreu depois que pássaros foram tragados pelas duas turbinas.

Em 20 de dezembro de 2008, um avião da Continental saiu da pista em Denver , no estado do Colorado, ferindo 38 pessoas.
Fonte: Portal G1

ACIDENTE COM JATO NOS ALPES SUÍÇOS DEIXA 2 MORTOS


Duas pessoas morreram e uma ficou ferida num acidente com um jato executivo nesta sexta-feira, no aeroporto de Samedan, na Suíça. O Falcon 10, que partiu de Viena, na Áustria, teve problemas durante a aterrissagem nos alpes suíços e colidiu com um muro de neve. Com o impacto, a aeronave partiu-se ao meio. Os ocupantes da aeronave ainda não foram identificados. Segundo a polícia local, a causa do acidente ainda não está clara e será investigada.

Fonte: Portal G1

ANAC PROPÕE AUTORIZAR PILOTOS MILITARES A PILOTAR AERONAVES CIVIS NAS COMPANHIAS AÉREAS

Hoje estava trabalhando, quando recebi um e-mail do Portal Piloto Comercial. O texto que estou disponibilizando a seguir é um completo absurdo, por parte da ANAC e espero que nós (os mais afetados com essa mudança) tomemos as devidas providências para que isso não ocorra.
Imediatamente eu preenchi o formulário e enviei para a ANAC. Façamos todos o mesmo para que possamos impedir isso a tempo.
Texto extraído do Portal Piloto Comercial:
A ANAC está propondo uma alteração no RBHA 121 que rege as regras para operação de empresa de transporte aéreo público regular (TAM, GOL, etc).A nova proposta autoriza pilotos da força aérea a operarem aeronaves civis como pilotos, desde que façam o programa de treinamento e sejam autorizados pela empresa e pelo comandante!Se isso for aprovado corre-se o risco das empresas darem preferência aos militares, deixando centenas de pilotos que estão lutando para o tão sonhado PLA fora da conquista do emprego.
A QUESTÃO QUE NÃO QUER CALAR:
Se o emprego for de um militar, quem deverá pagar o salário? A FAB? Com isso, a empresa aérea vai reduzir o custo de sua folha de pagamento, tornando o negócio muito interessante!outra parte do texto:Estar coberto por um contrato, ou outras avenças, celebrado entre o detentor do certificado de empresa de transporte aéreo operador da aeronave e a respectiva Força Armada ou o outro detentor de certificado de empresa de transporte aéreo, conforme o caso, o qual deverá incluir cláusulas de seguro e responsabilidade civil.
O arquivo em WORD pode ser baixado em clicando aqui
Preencha e envie para grsso@anac.gov.br ATÉ 24 DE FEVEREIRO!!
Abaixo segue também a minha justificativa enviada para a ANAC":
"É preciso lembrar que essa Agência é para defender os direitos da Aviação Civil e de todos que ela integram e não beneficiar os Pilotos Militares, prejudicando assim os milhares de alunos de escolas de aeronáutica cívil, bem como os aeroclubes, que irão se submeter a uma concorrência completamente desleal no mercado de trabalho composto por pilotos que conseguem suas licenças come recursos públicos.
A comunidade aeronáutica civil, com certeza não pode sofrer um impacto desse tamanho em sua formação profissional, já que ficará lógico que uma empresa de linha aérea irá optar por um piloto já experiente, com formação em aeronaves a hélice e a jato e pronto para ingressar no mercado de trabalho."

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

GOL ATINGE 94% DE PONTUALIDADE


A GOL informa que melhorou significativamente seus índices de eficiência operacional. Entre os dias 14 de janeiro e 9 de fevereiro, a Companhia registrou redução acentuada em voos atrasados, aumentando a pontualidade de 68,3% para 94%.
Esse desempenho é resultado de uma série de medidas que a GOL adotou em consonância com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Desde o dia 18 de janeiro, conforme agenda programada, os sistemas de check-in da GOL e da VARIG estão completamente integrados, o que permitiu a unificação dos processos e otimizou o fluxo de atendimento aos clientes nos balcões.

A Companhia também investiu ainda mais na capacitação dos seus colaboradores de aeroportos e reformulou escalas de trabalho, além de aumentar o quadro com a contratação de novos atendentes e terceirizados em serviços de rampa e handling.

Em outra frente, a GOL realizou ajustes pontuais em sua malha aérea, sobretudo nos horários de voos que partiam simultaneamente e em conexões. Com isso, conseguiu adequar o tempo de permanência das aeronaves em solo e agilizar as operações.

As medidas foram acompanhadas de um reforço no monitoramento dos indicadores operacionais diários, com a participação de integrantes de todas as áreas envolvidas na operação. Com esse reforço, a Companhia espera obter maior eficácia nas suas ações tanto preventivas quanto corretivas.

Adicionalmente, a GOL anuncia que está em processo de implementação de totens para autoatendimento nos terminais que ocupa nos principais aeroportos brasileiros. A instalação da facilidade em Guarulhos (São Paulo) e no Galeão/Tom Jobim (Rio de Janeiro) está agendada para o dia 16 de fevereiro e deve agilizar o check-in, contribuindo para a redução de filas.

A Companhia também reformulou sua rede elétrica que alimenta as áreas envolvidas na operação erradicando possíveis panes, como as ocorridas em dezembro de 2008.

A GOL implementou mudanças em seu plano de contingência para finais de semana e feriados prolongados. Para o Carnaval, a Companhia vai estipular novas escalas de plantão e reforço das equipes de terra, com o recrutamento de colaboradores de diversas bases.

Além disso, alocará suporte adicional à Manutenção e à infraestrutura de TI, que serão acompanhadas em plantões ininterruptos. Durante todo o feriado, a GOL manterá três aeronaves reserva e tripulações nos aeroportos mais movimentados onde opera.

E, seguindo com sua filosofia de oferecer o melhor serviço do mercado, a Companhia ressalta que não pratica overbooking, diretriz que sustenta desde o início de suas operações.

Com estas medidas, a GOL espera manter bons índices de eficiência operacional e reitera seu compromisso com a qualidade no atendimento aos seus clientes.
Fonte: Aviação Brasil

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

CIRCUITO RED BULL AIR RACE 2009


Circuito Red Bull Air Race 2009: seis provas ao redor do mundo, em 04.02.08
O Campeonato Mundial de Corrida Aérea da Red Bull – o Red Bull Air Race – de 2009 acontecerá em seis locais espetaculares, com a abertura da temporada na etapa de Abu Dhabi, nos dias 17 e 18 de Abril.

A mais excitante corrida a motor do mundo, então, se deslocará para a América do Norte para as etapas em San Diego, nos EUA, e de Windsor - Ontario, no Canadá. Depois, novamente cruzando o Atlântico, o circuito terá as provas européias em Budapeste, na Hungria, e no Porto, em Portugal, antes da etapa final em Barcelona, na Espanha.

Calendário 2009:
1. Abu Dhabi, EAU, em 17/18 de Abril
2. San Diego, EUA, em 9/10 de Maio
3. Windsor - Ontario, Canadá, em 13/14 de Junho
4. Budapest, Hungria, em 19/20 de Agosto
5. Porto, Portugal, em 12/13 de Setembro
6. Barcelona, Espanha, em 3/4 de Outubro

Quatro estreantes, vindos de diferentes continentes, entram na disputa do Red Bull Air Race 2009. O canadense Pete MacLeod, com 25 anos, será o piloto mais jovem a integrar a elite da aviação mundial. O japonês Yoshihide Muroya, o alemão Mathias Dolderer e o australiano Matt Hall são as outras caras novas do campeonato. O maior número de competidores, que agora são 15, esquenta ainda mais a briga entre veteranos e novatos pelo título de melhor do mundo.

Novas regras prometem vôos e decolagens mais emocionantes. Ao contrário das últimas edições, em que as finais eram disputadas no formato homem-a-homem, quatro pilotos chegam aos últimos instantes de cada etapa com chances de subirem ao lugar mais alto do pódio. Os sistemas de pontuação e penalidade também sofreram alterações - ajustes que devem tornar as disputas ainda mais equilibradas. “Estou muito satisfeito com as novas regras. Agora só existe uma opção a ser seguida: ir com tudo! Certamente será ainda mais atrativo e empolgante para o público”, declarou o piloto britânico Nigel Lamb.

Competidores:
1. Hannes Arch (Áustria)
2. Paul Bonhomme (Grã Bretanha)
3. Kirby Chambliss (Estados Unidos)
4. Mike Mangold (Estados Unidos)
5. Peter Besenyei (Hungria)
6. Nigel Lamb (Grã Bretanha)
7. Alejandro Maclean (Espanha)
8. Nicolas Ivanoff (França)
9. Michael Goulian (Estados Unidos)
10. Sergey Rakhmanin (Rússia)
11. Glen Dell (África do Sul)
12. Matthias Dolderer (Alemanha)
13. Matt Hall (Autrália)
14. Pete McLeod (Canadá)
15. Yoshihide Muroya (Japão)

O circuito deste ano servirá de teste para tecnologias desenvolvidas por engenheiros brasileiros, que assim marcarão a presença do Brasil no campeonato. Isso porque o piloto sul-africano Glen Dell, campeão mundial de acrobacia avançada em 2004, utilizará uma aeronave Edge-540 que incorpora uma série de modificações sugeridas pelo Centro de Estudos Aeronáuticos (CEA) da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). As modificações incluem o redesenho do capô (do motor), das polainas e carenagens das rodas do trem de pouso, a instalação de winglets, uma nova interseção asa-fuselagem, além do canopi e da parte traseira da fuselagem (cauda). “Além da redução de peso, a equipe CEA-UFMG oferecerá auxílio na otimização da trajetória de vôo, o que permitirá significativa redução de tempo”, diz o engenheiro e Dr. Paulo Iscold, coordenador do curso de Engenharia Aeronáutica.
MATÉRIA ENVIADA PELO CMTE EDUARDO LIMA.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Nossas Melhores Frases

1) Esqueça tudo que você sabe sobre empuxo e arrasto, sustentação e gravidade; o que faz um avião voar é dinheiro.
2) É bem melhor estar aqui em baixo desejando estar lá em cima, que estar lá em cima desejando estar aqui em baixo.
3) A hélice é simplesmente um ventilador em frente ao avião para manter o piloto frio. Quer uma prova?? Quando ela pára, o piloto imediatamente começa a derreter-se de suor.
4) Se tiver que enfrentar um pouso de emergência noturno, ligue os faróis para ver a área de pouso. Se você não gostar do que está vendo, desligue os faróis.
5) Velocidade é vida, altitude é segurança de vida. Ninguém até hoje colidiu com o céu.
6) Lembre-se sempre que você pilota com a cabeça e não com as mãos.
7)Nunca permita que o avião leve você a algum lugar onde sua cabeça não tenha chegado cinco minutos antes.
8) A única situação em que você pode achar que tem combustível demais é quando há um principio de incêndio.
9) Voar é a segunda maior emoção conhecida pelo homem. Pousar é a primeira.
10) Todo mundo sabe qual a definição de um bom pouso: é quando você pode sair dele caminhando. Mas pouca gente sabe a definição de um ótimo pouso: é quando, além disso, você pode usar o avião outra vez.
11) A probabilidade de sobrevivência é proporcional ao ângulo de chegada.
12) Voar não é perigoso. Perigoso é cair.
13) Decisões acertadas vêm com a experiência, e a experiência vem com decisões erradas.
14) Pior que um comandante que nunca foi co-piloto, é um co-piloto que já foi comandante.
15) Os passageiros preferem comandantes antigos a aeromoças novas.
16) Um piloto é uma alma confusa, que fala sobre mulheres quando está voando e sobre voo quando está com mulheres.
17) Tente manter o número de pousos igual ao número de decolagens.
18) Decolar é opcional. POUSAR É OBRIGATÓRIO.