QUAL A MELHOR AERONAVE PARA INSTRUÇÃO PRIMÁRIA

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

AERONAVES DE INSTRUÇÃO PRIMÁRIA - AEROMOT AMT600 - GURI


Olá pessoal,

Conforme combinado, vamos começar essa série com informações e curiosidades sobre as aeronaves utilizadas nas escolas e aeroclubes do Brasil para a instrução primária dos cursos de Piloto Privado e Comercial de Avião. Eleito pelos leitores como o pior treinador básico (0% dos votos), o Guri (AMT600) é uma aeronave terrestre de asa baixa (cantilever) fabricada no Brasil que foi desenvolvida pela Aeromot , fabricante do Rio Grande do Sul, para a prática de treinamento e instrução primária de pilotagem, possuindo dois lugares (lado a lado) na cabine e "canopy" com abertura longitudinal (de frente pra trás), empenagem em "T" e trem de pouso fixo e triciclo. Uma das maiores reclamações de quem voa ou voou o Guri, assim como eu, é a sua "bequilha louca". Claro que isso não é um item exclusivo do Guri, existem diversas outras aeronaves que são operadas da mesma forma, mas o fato é que por ser uma aeronave de instrução primária, isso agrava a situação, já que quem vai operá-la serão os pilotos menos experientes.


Mas o que é a tal da "bequilha louca"? Esse nome se dá as aeronaves que necessitam utilizar os freios durante a movimentação no solo (táxi e corrida de decolagem/após o pouso). Como o comando que atua no leme direcional, na cauda, não é o mesmo que atua na bequilha (ou triquilha, trem de nariz), o piloto não consegue fazer com que a aeronave curve para a esquerda ou direita utilizando apenas o pedal respectivo. Ele precisa aplicar o freio para o lado que deseja curvar. No caso do Guri, na decolagem é necessário utilizar os freios até 40kt, após atingir essa velocidade já é possível direcionar a aeronave com o leme, devido ao fluxo de ar atuando naquela superfície.
Em Campinas, ouvi muito falar do rendimento da aeronave, devido sua relação pesoXpotência. O Guri tem o Peso Máximo de 900kg e um motor de 116hp. Para se ter uma idéia, o Paulistinha tem Peso Máximo médio de 600kg, com potência de 115hp. Ou seja, 300kg a menos e levando em consideração a elevação de 2000ft, em um dia com QNH abaixo de 1013hpa, e temperatura de 30ºC o bicho pega na hora de subir. Já aqui em Natal, no nível do mar, não observamos tantos problemas nessa questão.
Enfim, abaixo seguem mais informações sobre essa polêmica aeronave de instrução. Semana que vem será a vez do penúltimo colocado (2% dos votos), o C172.

Abraço a todos e bons voos sempre!

INFORMAÇÕES GERAIS:

Nome: AMT-600 Guri
Fabricante: AEROMOT
Ocupantes: 2 pessoas (lado a lado)
Comprimento: 8,20 m
Envergadura: 10,50 m
Altura: 2,51 m


MOTOR
Equipado com um motor alternativo modelo Lycoming O-235 N2C ou O-235 NBR (versão brasileira) de simples aspiração e hélice de passo fixo. O cilindro possui 13,02cm (5,125 pol) de diâmetro, com 5915,73cm³ (361,0 pol³) cilindradas e curso do pistão de 11,11cm (4,375 pol), a taxa de compressão é de 8,5:1.
O motor do Guri possui quatro cilindros opostos horizontalmente, transmissão direta e refrigeração a ar. Sua potência chega à 116HP e sua rotação máxima é de 2800 RPM.

HÉLICE
A aeronave possui uma hélice modelo 72CK-0-50 de duas pás, o fabricante é a Sensenich. A hélice é de passo fixo e possui 1829mm de diâmetro.

COMBUSTÍVEL
O tanque do GURI tem capacidade total para 90 litros de combustível, sendo que 88 litros representa o combustível utilizável. Utiliza gasolina de aviação (AVGAS) com índice de octanagem mínimo de 100 - Verde ou 100LL - Azul. Com tanque cheio, a autonomia do Guri fica em aproximadamente 4 horas e meia.

PESOS
A aeronave possui peso máximo de 900 kgf, tanto para decolagem quanto para pouso. Seu peso vazio básico é de 675kgf, podendo variar de acordo com instrumentos a mais que sejam instalados no avião. Sua carga útil máxima é de 225 kgf. O bagageiro comporta um peso máximo de 10 kgf.

VELOCIDADES LIMITES

Velocidade nunca exceder (Vne): 122kt 
Velocidade de cruzeiro estrutural máx. (Vno): 85kt
Velocidade de manobra (Va): 85kt 
Velocidade máxima com os flapes abaixados (Vfe): 87kt 


EQUIPAMENTOS

Os seguintes equipamentos devem estar instalados:
- velocímetro;
- altímetro;
- indicador de velocidade vertical;
- indicador de curva e derrapagem;
- indicador de rpm do motor;
- indicador de temperatura de óleo do motor;
- indicador de pressão de óleo do motor;
- indicador de pressão de combustível;
- amperímetro;
- bússola magnética;
- indicador de quantidade de combustível de cada tanque;
- 2 cintos de segurança aprovados;
- manual de voo aprovado pela ANAC; e
- extintor de incêndio.



3 comentários:

Gabriel H.Tolari disse...

show de bola..Nunca voei!

David Araujo disse...

Apesar de suas limitações, o Guri também tem suas virtudes (rsrs). Na minha lista seria o primeiro, mas sou suspeito pois grande parte do PP e PC foram voadas nele.

Fábio Henrique Araújo Costa disse...

Tenho mais de 80 horas no guri e também sou suspeito para falar pois adoro a aeronave....a "bequilha louca" é bem tranquila pra controlar após os primeiros vôos e desde que os freios estejam bem ajustados...Abraço a todos e bons vôos!