QUAL A MELHOR AERONAVE PARA INSTRUÇÃO PRIMÁRIA

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

MIRAGE F-2000 CHEGAM A BANT PARA O CRUZEX IV

Na tarde desta quinta-feira, ouviu-se pela primeira vez na CRUZEX IV o som estrondoso do avião de caça Mirage F-2000, da Força Aérea Brasileira (FAB). Assim como o rugido inconfundível do jaguar, que na natureza impõe respeito ao ser ouvido, o Esquadrão que leva o mesmo nome do felino chega à Natal para o exercício de guerra. Na turbina a temperatura ultrapassa 750ºC e empurra a esguia aeronave a uma velocidade de 2.100 km/h.

As seis aeronaves, que aterrissaram em solo potiguar, compõem o Esquadrão Jaguar, comandado pelo tenente-coronel Arnaldo Lima Filho. Ele explica que os Mirage 2000C já participaram de outras edições da Operação Cruzeiro do Sul, sob o comando dos franceses, mas que agora estréiam na CRUZEX IV pilotados por brasileiros. “O esquadrão Jaguar participou da CRUZEX II, em 2004, com os antigos Mirage F-103, mas agora vamos consolidar nossa doutrina de Defesa Aérea com essa aeronave”, explica o coronel Arnaldo.


Sediado na Base Aérea de Anápolis, em Goiás, o Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA) integra o Sistema de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo. Os jaguares voam tão rápido que a distância entre Goiás e Natal foi percorrida em apenas uma hora e meia, isso sem utilizar a velocidade máxima. No caminho, sobre o céu baiano, o Esquadrão fez um reabastecimento em pleno vôo (REVO), a partir de um avião reabastecedor da FAB.

CRUZEX IV - INFORMAÇÕES OFICIAIS



E então galera, como eu já havia dito antes, a partir de amanhã (01/11/2008) começa o CRUZEX IV, que será realizado mais uma vez em Natal-RN. A Força Aérea Brasileira criou um portal institucional que você pode acessar no menu do blog, clicando no link dos sites institucionais ou clicando no link a seguir CRUZEX IV, mas para facilitar, já irei fornecer algumas informações retiradas do próprio portal. Um abraço a todos e vamos ficar atentos, pois só hoje chegaram a Natal 120 militares da Força Aérea Francesa, pelo que tudo indica, no dia 08/11 veremos maravilhosas aeronaves na BANT.

DESCRIÇÃO DO EXERCÍCIO
CRUZEIRO DO SUL (CRUZEX) é um exercício aéreo multinacional que reune meios das Forças Aéreas da Argentina, do Brasil, do Chile, da França, do Uruguai, Venezuela e meios simulados de Força Terrestre e Força Naval, que irá ocorrer no período de 1º a 14 de novembro de 2008, na Região Nordeste do Brasil, abrangendo os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.
Durante a CRUZEX IV, meios aéreos e pessoal das Forças Aéreas participantes, serão desdobrados para o território brasileiro.
A CRUZEX IV é um exercício de Força Aérea, de dupla-ação, que incluirá Forças Azuis (Forças da Coalizão) contra Forças Vermelhas (Forças Opositoras), baseado em um conflito simulado de baixa intensidade. As Forças Aéreas dos países convidados estarão compondo a Força de Coalizão no País Azul, contra a Força Oponente, sediada no País Vermelho.
No CENÁRIO FICTÍCIO, até 1945, o País Vermelho era constituído por grupos étnicos que viviam harmoniosamente.O principal grupo étnico do País Vermelho era o “REDO”, que compunha a maior parte da alta sociedade do país (administração, forças armadas, policia e outros) e dominava a parte ocidental do país. Por outro lado, a parte oriental era formada por uma multiplicidade de grupos étnicos que suportavam a opressão dos REDO e eram desprezados com freqüência. O País Vermelho e o País Azul (país vizinho) lutaram em lados opostos na II Guerra Mundial. No final da guerra, o País Azul era um dos vencedores e o País Vermelho um dos perdedores.Em 1946, para condenar e punir o comportamento do País Vermelho, a comunidade internacional decidiu dividi-lo em dois países: a parte ocidental, batizada de País Vermelho e a parte oriental, País Amarelo. A divisão foi considerada traição pelo grupo REDO, que começou a convocar a população do País Vermelho para a resistência.Em 31 de março de 2008 o País Vermelho invadiu e anexou a parte nordeste do País Amarelo alegando proteger “sua população”. A maior parte da área capturada é composta por campos de petróleo. Em 15 de abril de 2008 a UNSCR 4444 (resolução de segurança das Nações Unidas) foi votada, exigindo a retirada das forças do País Vermelho do País Amarelo e autorizando a constituição de uma Força de Paz.Em 1º de maio de 2008, uma grande coalizão internacional foi formada, tendo como líder o País Azul.
A coalizão tem como incumbência expulsar as Forças Vermelhas do território Amarelo e restaurar a legalidade e a paz entre as duas nações.

OBJETIVOS
  • Treinar os integrantes do Comando de Operações Aéreas da Força Aérea Brasileira (FAB) no planejamento de operações conjuntas com as Forças Aéreas de países amigos.
  • Treinar os participantes na estrutura da OTAN de Comando e Controle das Operações Aéreas, no planejamento, montagem e condução das operações numa situação de crise e de conflito de baixa intensidade.
  • Treinar as Unidades de Combate para executar missões ofensivas, defensivas e de apoio e otimizar a utilização dos sistemas de detecção aerotransportados. Aumentar a interoperabilidade entre as Forças Aéreas participantes.
  • Treinar os integrantes dos diferentes esquadrões envolvidos, por meio do intercâmbio de conhecimentos operacionais com Forças Aéreas estrangeiras, a respeito das táticas e técnicas empregadas nas missões aéreas.
  • Treinar os participantes das Unidades Aéreas na execução de missões ofensivas, defensivas e de apoio num quadro complexo de forças combinadas/conjuntas, em conformidade com as orientações de commando e controle.
  • Treinar tripulantes, operadores e controladores de tráfego aéreo num ambiente de combate.
  • Treinar a cadeia de inteligência do JFAC para agir de acordo com uma doutrina de emprego comum e estabelecer um procedimento realista para a selecção de objetivos/alvos, bem como a avaliação de danos – BDA, durante o exercício.
  • Treinar os integrantes das forças participantes na operação de CSAR.
  • Treinar os integrantes do setor de Comunicação Social em situações de crise e de conflito.
  • Avaliar a estrutura de Comando e Controle.

PROGRAMAÇÃO

De 24 a 30 de Outubro de 2008
Chegada dos integrantes da Direção do Exercício, CJTF e JFAC.
De 31 de Outubro a 2 de Novembro de 2008
Chegada das Forças Aéreas convidadas.
Dia 3 de Novembro de 2008
Briefing inicial.
Dias 4 e 5 de Novembro de 2008
Vôos de familiarização.
Dia 6 de Novembro de 2008
Vôos de treinamento de integração das Forças.
De 7 a 13 de Novembro de 2008
Exercício real.
Dia 14 de Novembro de 2008
Debriefing.

Além disso, diariamente vou fazer uma busca das principais notícias do CRUZEX IV e manterei todos atualizados do que está rolando nos ares nordestinos.

Abraço a todos e bons vôos sempre, especialmente para nossos amigos Aviadores Militares.

AERONAVE DO MÊS - EMB 145 AEW&C




O EMB 145 AEW&C é a aeronave de Alerta Aéreo Antecipado e Controle (Airborne Early Warning and Control) mais avançada e de menor custo do mercado. Uma perfeita combinação da comprovadamente econômica e confiável plataforma ERJ 145 da Embraer, com um exclusivo sistema de radar multi-missão Doppler de alta performance, incluindo sistemas de comando & controle a bordo e uma avançada suíte data-link, além de um conjunto abrangente de sistemas de apoio como ESM, autoproteção e de comunicação.

TECNOLOGIA DE PONTA
A essência do EMB 145 AEW&C é um sistema de missão compacto de última geração. Desenvolvido pela Ericsson Microwave, o sistema ERIEYE de alerta aéreo antecipado incorpora tecnologia de sensores inteligentes e um sistema de comando e controle de fácil utilização, capaz de adquirir rapidamente informações precisas e abrangentes. A última geração em sensores e sistemas O sistema de radar pode detectar e rastrear alvos marítimos e aéreos, sobre a terra e sob a água, sempre com impressionante alcance instrumentado.
Um feixe de ondas de radar submetido à varredura eletrônica supera as limitações das antenas giratórias, mediante o direcionamento apontamento mais rápido do feixe para o alvo ou a área, uma característica que só se torna possível com a tecnologia de phased-array passivo. Isso permite que o radar adapte a forma de onda da transmissão à dinâmica do alvo e à interferência de fundo. O resultado é um desempenho excepcional no rastreamento simultâneo de alvos múltiplos no ar e no mar e na proteção do radar contra falha única com capacidade de degradação suave.

MULTI-FUNÇÃO
Alerta Aéreo Antecipado A principal missão da plataforma AEW é detectar, rastrear e identificar alvos na sua área de patrulha e retransmitir esses dados para fornecer às forças amigas uma visão operacional abrangente. O EMB 145 AEW&C executa essas tarefas com excelentes resultados. Com alcance instrumentado de 450 km, o radar da aeronave AEW detecta e rastreia alvos muito antes de eles se apresentarem como ameaças. O interrogador IFF, associado a bancos de dados de apoio C2, possibilita a rápida e confiável identificação dos alvos. Finalmente, os sofisticados data-links permitem a disseminação de todos esses dados vitais em tempo hábil, em todo o espaço onde a batalha estiver se desenrolando, a todas as unidades que deles necessitam. No final, os responsáveis pelo processo decisório recebem as informações de que precisam, no momento certo.

ALTO ÍNDICE DE DISPONIBILIDADE
Um alto grau de comunalidade com a bem-sucedida aeronave ERJ 145, significa que a plataforma apresenta um histórico de mais de 7 milhões de horas de vôo, mais de 8 milhões de ciclos e um grande número de centros de assistência técnica no mundo inteiro, além de peças de reposição a apenas algumas horas do local onde se fizerem necessárias.

BAIXO CUSTO
A plataforma da aeronave ERJ 145 foi projetada para ser economicamente eficiente no rigoroso ambiente da aviação comercial. Os baixos custos de aquisição e custos operacionais diretos do EMB 145 AEW&C decorrem da sua origem como avião comercial.

SOLUÇÃO COMPROVADA
Atualmente o EMB 145 AEW&C se encontra em operação na Força Aérea Brasileira, realizando vigilância aérea, coordenação de missões, vetoramento de aeronaves e outras missões na bacia amazônica. Trata-se de um dos pilares do programa SIVAM, um dos mais ambiciosos e bem-sucedidos programas de vigilância desenvolvidos no mundo, nos últimos anos. O EMB 145 AEW&C também foi entregue à Grécia, onde proporciona à força aérea uma capacidade de realizar missões de aviso antecipado e controle, compatíveis com o ambiente da OTAN, e ao México, para ser usado no seu programa de vigilância de fronteira.


CHEGA O PRIMEIRO AVIÃO DA AZUL LINHAS AÉREAS





É isso mesmo, o PR-AZL é o primeiro jato EMB 190 recebido pela Azul. Como vocês também já podem ver nas fotos, parte da equipe já está formada. Vamos esperar ansiosos por mais uma empresa, que promete fazer a diferença na malha aérea nacional.
Abaixo seguem trechos retirados do portal da Azul Linhas Aéreas, confiram:

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras traz ao Brasil, vindo dos Estados Unidos, um avião Embraer 190, para utilização no processo de certificação e homologação da Azul como Empresa de Transporte Aéreo Regular. A aeronave foi fabricada em fevereiro deste ano, e será utilizada pela Azul através de um contrato de arrendamento operacional com a JetBlue.
O EMB 190 arrendado possui motores GE e um sistema de segurança equivalente ao de toda a frota da Azul, com os dispositivos HUD (Head Up Displays), capazes de promover um significativo aumento na segurança operacional.
Este é o primeiro avião a mostrar a identidade corporativa da companhia. A marca da empresa é a representação do mapa brasileiro, revisitado através de uma livre interpretação dos Estados que compõem a República, de forma estilizada. No conjunto, mostram a imagem de um Brasil moderno, unido, exuberante, através da aplicação de uma cor-símbolo para cada um dos 26 Estados da União e o Distrito Federal. Este mapa "pixelizado" é a peça central da imagem corporativa.
As aeronaves levam azul escuro na parte de baixo da fuselagem e branco na parte superior. Faixas auxiliares, em cores distintas, aplicadas na deriva, naceles dos motores, winglets e na fuselagem, de maneira a criar um diferencial para cada uma delas.
A Azul Linhas Aéreas Brasileiras S.A. vai começar a operar em janeiro de 2009 e, para isso, encomendou uma frota de 76 jatos Embraer. A proposta é oferecer um serviço diferenciado, sem o conceito de hubs, ligando cidades não servidas pelas atuais linhas aéreas, e com qualidade superior. As rotas que serão operadas pela nova companhia ainda não foram definidas. Após, a entrega da primeira aeronave, a expectativa é receber uma por mês ao longo de três anos, chegando a 36 aeronaves no final de 2011.
As aeronaves Embraer 195 da Azul serão equipadas com bancos de couro, sem as poltronas do meio, apenas fileiras de duas poltronas, e contarão com o que há de mais moderno em termos de tecnologia aeronáutica, como, por exemplo, dois dispositivos HUD – Head Up Displays – que permitirão um significativo aumento na segurança operacional.
Um outro diferencial também promete revolucionar o mercado. A nova empresa será a primeira na América Latina a oferecer TV ao vivo, em monitores individuais, através da instalação de um sistema via satélite da LiveTV. O projeto ousado da Azul tem um nome de peso por trás. David Neeleman é fundador de três outras companhias aéreas bem sucedidas, duas delas ainda em atuação. A Azul Linhas Aéreas Brasileiras encomendou 40 aeronaves Embraer e fez opção de compras para outras 36. Adicionalmente, para acelerar a entrada no mercado brasileiro, arrendou duas aeronaves Embraer 190 nos Estados Unidos, a primeira das quais já se encontra no Brasil e vem sendo utilizada para atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pilotos e comissários de bordo. A entrega da primeira aeronave nova pela Embraer deverá acontecer no próximo mês de novembro, e a expectativa é receber mais uma por mês ao longo de três anos, chegando a 42 aeronaves no final de 2012.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

ANTIGUIDADES

Segue abaixo, na seguinte ordem, as aeronaves:
  1. DOUGLAS DC3 - DAKOTA
  2. BOEING B307
  3. BUCKER JUNGMANN
  4. MESSERSCHIMITT 109G
  5. AVRO - TRIPLANO
  6. AIR CAMPER






Falando Nisso...


E por falar em Santos Dumont, aqui vão algumas curiosidades sobre o nosso patrono:
  • O chapéu panamá amassado, imagem com a qual Santos Dumont ficou conhecido, é produto de um acaso. Em 1903, com o dirigível nº 09 durante um passeio para uma ilha, o motor apresentou um problema. Durante o passeio ele abafou o carburador, com o chapéu. Quando voltou foi fotografado com ele deformado. Fez tanto sucesso que acabou virando seu amuleto. O original do famoso chapéu panamá usado por Santos Dumont faz parte do acervo desta Fundação. Está exposto em mostra do Museu Aeronáutico, na Base Aérea, em Guarulhos/SP.

  • Santos Dumont zombava das superstições dos outros mas tinha as próprias. Sempre entrava nos lugares com o pé direito. Marcava suas viagens em datas históricas importantes. Depois de uma queda assustadora no dia 08, passou a evitar esse número. Não houve o projeto nº 08. Também não pronunciava o nº 50 e se recusava carregar notas de 50 francos ou 50 mil-réis. Jamais dizia adeus, com medo que fosse sua despedida. Não dormia longe do chapéu. Só voava com uma meia de mulher enrolada no pescoço, escondida pelo colarinho alto, da camisa.

  • Santos Dumont de certa forma criou o hangar. Foi o primeiro a colocar nele, portas corrediças de grandes dimensões, para o balão ser guardado com gás. Certa vez quando estava nos Estados Unidos, deu uma entrevista dizendo que o país se transformaria em um grande air-port, originando a palavra aeroporto

  • Era tímido! Tinha o hábito de correr os dedos cheios de anéis, entre os cabelos negros, partidos ao meio. Ocasionalmente certos gestos mostravam uma pulseira de ouro que o punho da camisa ocultava. Na gravata sempre trazia uma pérola ou um alfinete e, na lapela uma flor.
    • Quando Santos Dumont morreu, em 1932, o Dr. Walter Haberfield, encarregado de embalsamar o cadáver, retirou o coração. Mergulhou em formol e doze anos depois doou ao Governo, para que ficasse em um local público. Está até hoje, sob custódia do Museu da Academia da Força Aérea, no campo dos Alfonsos, Rio de Janeiro.

Fonte: Fundação Santos Dumont

NOVAIS NETO INICIA SUA PARTICIPAÇÃO NO PAPO DE HANGAR FALANDO UM POUCO SOBRE A HISTÓRIA DA AVIAÇÃO

Como já havia sido dito anteriormente, o meu amigo Novais Neto, terá o seu espaço aqui no blog com dúvidas, curiosidades, definições importantes, etc. 

Hoje ele começa suas postagens com uma retrospectiva histórica da aviação mundial. Espero que gostem e seja bem-vindo meu amigo. Um abraço!

Antes de deixar algumas curiosidades dicas e definições dentro da área mais apaixonante que existe nesse mundo, acho que deveria falar um pouco do início dessa fascinante arte que é voar, afinal não é de hoje que o homem tenta alcançar os céus.
Iniciando lá atrás, na pré-história da aviação, já era sonho dos antigos egípcios e gregos, visto que, alguns de seus deuses eram representados por figuras aladas como Dédalo e seu filho Ícaro.



Passando por sobre o vulto de estudiosos do problema, como Leonardo da Vinci, que no século XV construiu um modelo de avião em forma de pássaro, podemos entender o início da aviação nas experiências de pioneiros que, desde os últimos anos do século XIX, tentaram o vôo de aparelhos mais pesados que o ar, diferenciando-os dos balões, mais leves que o ar.



Os balões como se sabe se sustentavam na atmosfera em virtude da menor densidade do gás utilizado, em contrapartida os aviões precisavam de um meio mecânico de sustentação para que se elevassem por meios próprios.



O brasileiro Alberto Santos Dumont foi o primeiro aeronauta, diga-se de passagem, brasileiro que demonstrou a viabilidade do vôo do mais pesado do que o ar, hoje conhecido como aeródinos. O seu vôo no '14-Bis' em Paris, em 23 de Outubro de 1906, diante dos olhos de inúmeras testemunhas, constituiu um marco na história da aviação, embora a primazia do vôo em avião seja disputada por vários países. Entre os aeronautas pioneiros, podemos citar: Gabriel Voisin, Louis Blériot, Wilbur e Orville Wright, Trajan Vuia e Henry Farman.


No período de 1907 a 1910, Santos Dumont realizou inúmeros vôos com o monoplano Demoiselle. Patrono da Aeronáutica e da Força Aérea Brasileira, onde recebeu a patente de Marechal-do-Ar, faleceu em São Paulo em 1932, sendo considerado até hoje, o brasileiro que mais se destacou a nível mundial na história da aviação.

Ao vôo de Santos Dumont seguiu-se um período de competição entre países da Europa e os Estados Unidos, na conquista de recordes de velocidade e distância. Com a I Guerra Mundial, a aviação tomaria considerável impulso, em virtude do uso dos aviões como arma de grande poder ofensivo, mas seria na década de 1920/30 que esse avanço se consolidaria.

Novais Neto

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

JUMBO HOSTEL SERÁ INAUGURADO EM DEZEMBRO




Rapaziada, vocês devem ter visto no último domingo no programa Fantástico, da Rede Globo, uma reportagem que falava de um Jumbo que iria virar hotel. Pois é, é isso mesmo, o nome já existe, é o Jumbo Hostel e você pode clickar no link http://www.jumbohostel.com/ e acessar o portal, inclusive fazendo a sua reserva.
Informações:
Tipo da Aeronave: Boeing 747-200
Ano de Fabricação: 1976
Nome: Liv
Número de Quartos: 25
Número de Leitos, ao todo: 85
Número de Leitos por quarto: Três camas, em beliches.
Abaixo segue uma reportagem da BBC Brasil.com
Será inaugurado em dezembro, na Suécia, o primeiro avião-hotel do mundo – criado para funcionar em terra firme dentro de um Boeing 747, o famoso Jumbo.
Batizado de Jumbo Hostel, o avião já está posicionado na entrada do aeroporto internacional de Arlanda, em Estocolmo.
O hotel terá 25 quartos, incluindo uma suíte de luxo localizada no cockpit do jato, com visão panorâmica do tráfego aéreo em Arlanda. No total, o Jumbo Hostel acomodará 85 pessoas, com três camas em cada quarto.
O avião que abriga o hotel é um Boeing modelo 747-200, construído em 1976. O jato estava parado no aeroporto de Arlanda desde 2002, quando a companhia aérea Transjet foi à falência.
Reforma
Ao ouvir falar do Jumbo abandonado, o empresário sueco Oscar Diös, dono de uma rede de pequenos hotéis, não hesitou em arrematar o jato para expandir o seu negócio.
"Felizmente, fui o primeiro a ter a idéia de transformar aviões em hotéis, e agora pretendo levar o conceito do Jumbo Hostel a outros países", disse à BBC Brasil o empresário sueco.
Para ser transformado em hotel, o Jumbo passou por uma ampla reforma. Os 450 assentos foram arrancados. O avião ganhou uma decoração moderna, mas alguns itens originais, como no cockpit, foram preservados.
Os quartos têm cerca de seis metros quadrados de área e altura de três metros. Os mais luxuosos estão situados na parte superior do avião.
Todos estão equipados com telas de TV planas, nas quais também será possível checar os horários de partida de todos os vôos. Do Jumbo Hostel, serão apenas cerca dez minutos a pé até os pontos de check-in do aeroporto.
"É a alternativa perfeita para aqueles que precisam pegar o avião de manhã cedo e não querem acordar de madrugada", diz Oscar Diös.
"Arlanda é também um ponto central para a visita a várias atrações turísticas da Suécia, como o Hotel do Gelo", destaca.
Todo o avião oferece acesso sem fio à internet. Banheiros e chuveiros estão situados nos corredores. Na parte superior do avião, é possível ter suítes com dependências privadas.
Preços
Segundo o empresário sueco, os preços serão de cerca de US$ 50 por pessoa. Um quarto com três camas custará, portanto, US$ 150. Mas também será possível fazer reservas individuais para uma cama (como no sistema dos albergues para a juventude).
A suíte localizada no cockpit do avião deverá custar em torno de US$ 300. E para interessados, será possível também reservar toda a parte superior do Jumbo – a antiga primeira classe - por cerca de US$ 500.
"Ainda estamos finalizando os detalhes da decoração, mas estas são as estimativas de preços", disse o empresário. Quem quiser, poderá reservar até todo o avião para festas particulares, mas Diös prefere não revelar o preço.
O empresário sueco observa ainda que o Jumbo Hostel não será simplesmente um hotel: o avião estará aberto a visitantes, que poderão inclusive experimentar a sensacão vertiginosa de caminhar na asa de um Boeing 747.
O próximo passo do empresário será identificar novas oportunidades para a criacão de uma cadeia Jumbo Hostel de aviões-hotel. "Se alguém tiver um avião abandonado no Brasil, me avise", concluiu Diös.

BATE NELE RUBINHO!!!


Pois é galera, vamos apoiar essa campanha lançada pelo Buzz e circulando em diversos blogs é ótima. Uma excelente oportunidade de Rubinho Pé de Chinelo fazer alguma coisa que preste na Fórmula 1. É muito simples, basta ele se arrebentar em cima do Hamilton. Mas já que ele vai estar muito longe do Hamilton mesmo, então ele espera o Hamilton passar por ele (retardatário) e, como a gente diz aqui no nordeste, se dana por cima dele hehehehe.

Se você tem blog, apoie essa idéia, ou põe no orkut mesmo!


Vamo lá Rubinho, tamo contando com você!!!

ACFT's









Fotos enviadas pelo meu "presidente" Deda, dos Vira-latas do Asfalto, que é um aeroviário (trabalha com aviação, mas em solo) Sub-oficial da Força Aérea, locado na BANT. Um grande amigo e fez questão de enviar esse material.

Obrigado Deda, as fotos são ótimas.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

PAPO DE HANGAR

É isso mesmo, como vocês devem ter recebido por e-mail ou avisados de alguma outra forma, o Cmte Maciel agora é Papo de Hangar. Mas por que Papo de Hangar??? Bem, eu estava começando a achar que o blog ficava "particular" demais levando o meu nome e a intenção não é essa. Lançado em dezembro de 2007 e com mais de 3600 visitas até hoje, não havia mais nada a ser feito a não ser divulgar mais amplamente e contar com a participação mais efetiva de todos e o Papo de Hangar tem esse perfil.
Espero qeu todos tenham gostado do novo layout e que aproveitem tudo que consigo encontrar na net e em revistas e jornais para disponibilizar pra vocês. Agora o Papo de Hangar é pra todo mundo.
Abraço a todos e bons voos sempre!!!
Bruno Maciel

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

ACREDITE!

Caros lutadores aviadores, resolvi postar aqui algumas frases citadas por pessoas importantes na história da humanidade e que podem servir de incentivo a todos nós que, sem dúvida nenhuma, somos guerreiros e vencedores. Foram trechos retirados do livro "The Secret - O Segredo" da autora Rhonda Byrne e espero que possa ajudar a vocês a entenderem um pouco mais de como funciona a lei da atração.
"Veja as coisas que você quer como se já fossem suas. Saiba que elas virão até você quando forem necessárias. Então, deixe-as vir. Não se aflinja nem se preocupe com elas. Não pense na sua falta delas. Pense nelas como suas, como pertencentes a você, como se já estivessem em sua posse."
Robert Collier (1855 - 1950)
"Você cria seu próprio universo à medida que avança."
Winston Churchill (1874 - 1965)
"Dê o primeiro passo na fé. Você não precisa ver a escada inteira. Apenas dê o primeiro passo."
Dr. Martin Luther King Jr. (1929 - 1968)
"Que um homem pode mudar a si mesmo (...) e comandar seu próprio destino é a conclusão de toda mente que está desperta para o poder do pensamento certo."
Christian D. Larson (1866 - 1954)
"Tudo que somos é resultado do que pensamos."
Buda (563 a.C - 483 a.C)

NOVIDADES!!!

Olá amigos, estou aqui apenas para avisá-los que o blog esta cada dia mais apimentado. Agora na barra lateral vocês irão encontrar videos de decolagens e de pousos forçados, notícias atualizadas diariamente, enquetes, links de sites diversos, banners de outros blogs divertidos, sites importantes da aviação, sites das principais companhias aéreas nacionais e internacionais, publicidade direcionada ao assunto do blog, conexão direta com o portal G1, Jornal Estadão e a Folha On-line, o espaço das suas fotos, além das postagens.

Espero vocês aqui!!!

Um abraço e bons vôos sempre!!!

Quer um drink???

video

Olha só que loucura galera, o co-piloto enche um copo enquanto o comandante faz uma manobra radical de 360º. Show de bola!

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

4ª OPERAÇÃO CRUZEIRO DO SUL - CRUZEX

Olá amigos aviadores! Como já deve ser de conhecimento da maioria, entre os dias 1 e 14 de novembro, Natal sediará o CRUZEX. Será uma excelente oportunidade para os entusiastas acompanharem o desenvolvimento tecnológico das principais aeronaves de caça, reconhecimento, ataque e transporte de cargas e passageiros.
Trabalhando no Aeroporto Internacional Augusto Severo, tentarei atualizar o blog constatemente com as informações mais importantes do exercício. Portanto, mantenham-se atenados com as notícias e dia 8 de novembro vamos até a Bant marcar presença e ver de perto essas máquinas maravilhosas. Confiram abaixo a reportagem completa que saiu no jornal "O Poti".


Abraço a todos e bons vôos sempre!!!


Uma guerra com data para começar e terminar. Um combate envolvendo seis nações, mas que não haverá lançamento de bombas e muito menos morte de civis ou militares. O que parece ser um roteiro de filme americano ou de um jogo de vídeo game é na verdade o maior exercício militar da América Latina e que será realizado em Natal, entre os dias 1º e 14 de novembro.


A Operação Cruzeiro do Sul - Cruzex chega a sua quarta edição, sendo realizada pela segunda vez na capital potiguar, prometendo movimentar o espaço aéreo da Região Nordeste durante duas semanas. Brasil, Argentina, Chile, França, Uruguai e Venezuela farão parte de um mapa dividido em três áreas no Nordeste. Áreas Vermelha, Azul e Amarela. A última, devido a problemas fronteiriços e de interesses econômicos ligados a recursos naturais, como o petróleo, será invadida pelos vermelhos. Caberá então aos Azuis atuarem como uma força de coalizão e garantir a hegemonia dos amarelos. A simulação ocorrerá durante exercícios militares conjuntos em que 1.600 homens atuando na Base Aérea de Natal irão combater as ‘‘tropas inimigas’’, sediadas na Base Aérea de Fortaleza (CE).


Mais de 80 aviões nacionais e estrangeiros vão participar da operação, sendo que as unidades de transporte ficarão estacionadas na Base Aérea de Recife. ‘‘Teremos em Natal 600 militares estrangeiros e 1.000 brasileiros durantes estas duas semanas. Mais de 90% deles ficarão hospedados em hotéis da cidade, porque não há como instalar todos na Base Aérea’’, afirma o comandante da Base Aérea de Natal (Bant), coronel-aviador Carlos Eduardo Alves da Silva. O comandante disse ainda que até o próximo dia 22, a Base Aérea estará pronta para receber o contingente de militares e equipamentos que chegará a Natal para a Cruzex. ‘‘Nossa rede de comunicação incluirá mais de 300 computadores, o que exige um Centro de Controle bem equipado para dar suporte.


Além disso, Natal receberá 80 aviões durante o exercício’’, reforça o coronel-aviador. Entre as aeronaves nacionais e estrangeiras, o natalense poderá ver nos céus, caças e aviões de carga, como F-5, f-16, F-2000, RA-1, R-99, A-29, C-130, KC-137, H-60 E H-1H. Um dos destaques da Cruzex desse ano será a presença de quatro aviões-radares R-99, que ampliarão o alcance dos radares da Base Aérea. ‘‘Outro diferencial desta edição será a presença de helicópteros brasileiros durante a operação’’, destaca.


A primeira edição da Cruzex aconteceu em Canoas (RS) em 2002 e envolveu cerca de 50 aviões da Argentina, Brasil, Chile e França. Em 2004, a segunda operação simulada foi realizada em Natal. O número de aviões dobrou e, em vez de chilenos, contou com a participação de militares venezuelanos. Peru, Uruguai e África do Sul participaram como observadores. A última edição foi realizada em Anápolis (GO) e em Campo Grande (MS) em 2006 e ficou marcada por um trágico episódio: um avião da Força Aérea Peruana sofreu um acidente logo após decolar do Aeroporto Internacional Jorge Teixeira, em Porto Velho (RO), com destino a Anápolis, onde se juntaria aos demais participantes. Os dois pilotos do avião A-37 morreram.


MISSÃO


Apesar de ser uma guerra "virtual", onde não há confrontos diretos, o comandante da Bant ressalta que a Operação Cruzeiro do Sul é muito importante para as forças aéreas dos países participantes. ‘‘A Cruzex é fundamental para que todo o sistema de comunicação da Força Aérea esteja preparado para conduzir uma operação de guerra’’.


De acordo com o comandante, os enfrentamentos simulados baseiam-se em conflitos de baixa intensidade, com base no modelo de operação empregado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Para garantir a segurança do espaço aéreo e evitar qualquer problema com o tráfego comercial, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) vai disponibilizar toda a estrutura de radares, equipamentos de comunicação e profissionais. ‘‘E para não atrapalhar o espaço aéreo de Natal vamos direcionar nossas ações aéreas para o município de Maxaranguape, que será a capital da Área Azul.


A mesma preocupação ocorre em Fortaleza, que corresponde a área Vermelha. A capital desta área será a cidade de Quixadá’’, diz o coronel-aviador Carlos Eduardo. Além disso, um hospital de campanha capaz de realizar atendimentos críticos e cirurgias será montado na Base Aérea de Natal, onde profissionais da área de saúde atenderão eventuais emergências. Durante a operação, estagiários de comunicação da UFRN, em conjunto com profissionais do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), trabalharão na produção de notícias e na assessoria de imprensa, além de alimentar o site oficial da operação. ‘‘Tudo isso ocorrerá de maneira simultânea, conjugados por um sólido aparato de tecnologia de informação’’.


PORTÕES ABERTOS


Um dos pontos altos da Cruzex, pelo menos para os civis, é o dia em que a Força Aérea Brasileira abre os portões para que o público possa visitar as instalações da Base Aérea de Natal e as máquinas presentes. Nesta edição, a operações Portões Abertos será realizada no sábado, 8 de novembro. Durante este dia, os visitantes poderão conferir de perto toda a tecnologia e força dos caças e aviões de carga que estarão em Natal. ‘‘Será também neste final de semana que os participantes da Cruzex poderão fazer turismo por Natal e conhecer a cidade. Para o público que vem à Base Aérea, este ano teremos uma novidade: os visitantes poderão chegar bem próximo aos aviões’’, explica o comandante. Outro atrativo para o dia de portões abertos será a apresentação da Esquadrilha da Fumaça.


MEMÓRIA CRUZEX


O primeiro exercício Cruzex foi realizado em Canoas, no sul do Brasil, em 2002 e foi a primeira vez em que os procedimentos da OTAN foram utilizados em um exercício combinado sul-americano. A primeira edição do exercício contou com a presença de Forças Aéreas da Argentina, Brasil, Chile e França, com aproximadamente 50 aeronaves.


Dois anos depois, em novembro de 2004, o Teatro de Operações da Cruzex 2 foi modificado para o Nordeste, sendo a cidade de Natal a sede do exercício, que contou com Argentina, Brasil, França e Venezuela como participantes e Peru, Uruguai e África do Sul como observadores.


Em 2006, o cenário envolvia a cidade de Anápolis, como sede da coalizão e Campo Grande, como base da força inimiga.. Na Cruzex 3 participaram cerca de 1.500 militares e 100 aeronaves, oriundos da Argentina, Brasil, Chile, França, Uruguai e Venezuela. Bolívia, Colômbia e Paraguai fora observadores. A última edição foi registrada por mais de 125 profissionais de imprensa, sendo 16 jornalistas estrangeiros.



Fonte: Caderno Cidades do Jornal O Poti, Natal, sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

23 DE OUTUBRO - DIA DO AVIADOR

Dia 23 de outubro é considerado o Dia do Aviador em homenagem ao primeiro vôo, realizado por Santos Dumont no dia 23 de outubro de 1906. A Lei n° 218, de 4 de julho de 1936, declara 23 de outubro o dia do aviador.
Dessa forma, venho aqui prestar a minha homenagem a todos os amigos aviadores, que Deus continue abençoando todos nós, que nos proporcione pousos suaves, ventos calmos, céu de brigadeiro e muitas milhas náuticas para navegarmos nesse mundão maravilhoso.
Que cada piloto, na sua especialidade ou área de atuação, seja ela aviação civil ou militar, consigam realizar com sucesso e eficiência todas as suas funções. Desejo a todos bons vôos sempre e muito sucesso.
Atenciosamente,
Bruno Maciel.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

INFORMAÇÕES IMPORTANTES DO RBHA 61

Olá amigos(as) pilotos. Resolvi postar aqui algumas informações contidas no RBHA 61 que trata dos requisitos para a concessão de licenças de pilotos e instrutores de vôo. Achei importante postar essas informações, especialmente para quem busca realizar um cáculo mais real e aprofundado de quanto terá que desembolsar para concluir a sua formação profissional ou privada. As informações contidas dizem respeito apenas a Piloto Privado de Avião, Piloto Comercial de Avião, Habilitação Técnica de Vôos Por Instrumentos e Habilitação de Classe Multimotor. Espero mais uma vez poder sanar algumas dúvidas que por ventura ainda existam e deixo disponível para os(as) senhores (as) o link da biblioteca virtual da ANAC, clickando aqui já que as informações foram retiradas do portal da ANAC na internet (www.anac.gov.br).


Boa sorte a todos e bons vôos sempre!!!


RBHA 61 - REQUISITOS PARA A CONCESSÃO DE LICENÇAS DE PILOTOS E INSTRUTORES DE VÔO


61.65 – Requisito para concessão de licença de piloto privado. Experiência.
(a) Experiência para as categorias avião e helicóptero.
(1) O solicitante deve ter realizado no mínimo 40 horas de vôo na categoria da aeronave para qual é solicitada a licença, das quais pelo menos 15 horas devem ter sido realizadas em curso homologado pela ANAC, 10 horas de vôo solo sob a supervisão de um instrutor de vôo habilitado e 5 horas em vôo de navegação solo, incluindo um percurso de pelo menos 270 km (150 milhas náuticas) para avião ou 180 km (100 milhas náuticas) para helicóptero, durante o qual deve ter realizado, no mínimo, duas aterrissagens completas em dois aeródromos diferentes.
...
(4) O solicitante que tenha realizado com aproveitamento um curso completo de piloto privado, homologado pela ANAC, pode ter reduzido o requisito de horas totais para 35 horas.

61.95 – Requisito para concessão de licença de piloto comercial. Experiência.
(a) Experiência para a categoria avião
(1) O solicitante deve ter realizado no mínimo 200 horas de vôo como piloto de avião ou 150 horas se estas forem efetuadas durante a realização, completa e com aproveitamento, de um curso de piloto comercial de avião homologado pela ANAC.
(2) O solicitante deve ter realizado em aviões, no mínimo:
(I) 100 horas de vôo como piloto em comando ou, no caso de ter realizado curso homologado, 70 horas como piloto em comando;
(II) 20 horas de vôo em rota como piloto em comando, que incluam um percurso de no mínimo 540 km (300 milhas náuticas), durante o qual deve ter realizado aterrissagens completas em no mínimo dois aeródromos diferentes;
(III) 10 horas de instrução de vôo por instrumentos, das quais no máximo 5 horas podem ser substituídas por instrução realizada em simulador de vôo ou dispositivo de treinamento de vôo; e
(IV) 5 horas de vôo noturno em que sejam realizadas 5 decolagens e 5 aterrissagens como piloto em comando.

61.139 – Concessão da habilitação de classe multimotor.
(a) A habilitação de classe multimotor é concedida ao solicitante que for detentor, pelo menos, de licença de piloto privado de avião. Um piloto detentor de habilitação de classe monomotor deve comprovar ter recebido, de um instrutor de vôo qualificado, a instrução de vôo estabelecida pelo parágrafo (b) desta seção. A habilitação de classe multimotor inclui-se nas prerrogativas e condições estabelecidas a licença na qual esteja averbada.

(b) A instrução de vôo referida no parágrafo (a) desta seção, deve constar, pelo menos, de 15 horas de instrução de vôo em avião classe multimotor sobre os itens abaixo, sendo pelo menos 3 horas em avião do mesmo fabricante e modelo do avião a ser usado na verificação de perícia, tudo dentro do período de 6 meses precedentes à data dessa verificação:

61.173 – Requisitos para a concessão da habilitação técnica de vôo por instrumentos.
(a) Pré-requisitos...
(b) Conhecimentos...
(c) Experiência
(1) O solicitante deve ser detentor de uma licença de piloto privado ou comercial na categoria de aeronave para qual é solicitada a habilitação.
(2) No caso de avião, o solicitante deve ter realizado:
(I) Pelo menos 50 horas de vôo em rota como piloto em comando em aviões ou helicópteros, das quais pelo menos 10 horas de vôo devem ser realizadas em avião; e
(II) Pelo menos 40 horas de vôo por instrumentos em helicóptero ou avião, das quais: 20 horas de vôo podem ser substituídas por 25 horas de instrução em simulador de vôo ou dispositivo de treinamento de vôo; ou 30 horas de vôo podem ser substituídas por 30 horas de instrução em simulador.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

VENDO CASA EM PARNAMIRIM - R$ 135.000,00


Olá galera, sei que não diz respeito ao assunto do blog, mas como o blog é meu mesmo heheheh. Estou vendendo minha casa que fica no bairro de Rosa dos Ventos em Parnamirim-RN.
É uma casa excelente, récem reformada e tem escada independente para o primeiro andar. Muito ampla, com 4 quartos, sendo uma suíte com closed, 1 banheiro social, 2 cozinhas, 2 salas, varanda, terraço, quarto de despejo, canil, quintal, jardim externo e interno, garagem para 3 carros, do lado da sombra e uma rua extremamente tranquila.

Maiores informações entrem em contato comigo mesmo.

Um abraço a todos e bons voos sempre!!!

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Azul Linhas Aéreas Brasileiras é aprovada no teste de evacuação

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras foi aprovada na semana passada no teste de evacuação da aeronave.
O exercício foi completado em 8 segundos, bem abaixo do limite máximo de 15 segundos ,e faz parte do Plano Parcial de Demonstração de Emergência, uma das etapas para a obtenção do CHETA (Certificado de Homologação de Empresa de Transporte Aéreo).
Participaram do exercício uma das quatro equipes de cinco tripulantes cada, sorteada aleatoriamente, e representantes da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que auditaram o procedimento. O teste foi realizado no primeiro avião da Azul, nas instalações da Embraer em Gavião Peixoto, no interior de São Paulo.
A empresa, que já nasce como a mais capitalizada da história da aviação comercial mundial com investimentos de US$ 200 milhões, pretende começar a operar até o fim do ano com aviões Embraer 190 e 195. As rotas ainda não foram definidas.

Fonte: Aviação Brasil (http://www.aviacaobrasil.com.br/)

AIRBUS LANÇA DESAFIOS PARA ESTUDANTES

A Airbus está lançando um concurso internacional chamado “Fly Your Ideas”, onde desafia equipes de estudantes do mundo inteiro a desenvolverem idéias inovadoras para moldar o futuro da aviação e aumentar a eco-eficiência do setor.
A idéia é criar mais valor com menos impacto para o meio ambiente. O concurso está aberto para alunos de graduação, mestrado ou doutorado de universidades e faculdades do mundo inteiro, que cursem qualquer disciplina acadêmica como engenharia, marketing, administração, filosofia e design.
As propostas podem abordar uma grande variedade de assuntos que incluem desde novos materiais, produtos e/ou processos, até desempenho da aeronave, desempenho fabril, organizacional e operacional. Um prêmio de €30 mil será oferecido à equipe cuja idéia representar o maior potencial de melhoria.
As equipes passarão por várias etapas competitivas, culminando em uma final ao vivo no Le Bourget Airshow em junho de 2009. “O concurso Fly Your Ideas oferece aos alunos a oportunidade de trabalhar com a Airbus. Juntos, podemos compartilhar idéias inusitadas e inovadoras e, conseqüentemente, moldar o futuro da aviação”, afirmou Tom Enders, presidente e CEO da Airbus.
Como empresa eco-eficiente, a Airbus demonstra liderança ao encorajar e fornecer soluções ecologicamente responsáveis. “O nosso concurso universitário tem o objetivo de incluir novas visões e idéias no desenvolvimento da estratégia tecnológica de longo prazo da companhia", explicou Patrick Gavin, vice-presidente executivo do departamento de engenharia da Airbus e patrono do concurso Fly Your Ideas. “Estamos comprometidos com o desenvolvimento de novas tecnologias para garantir que o transporte aéreo continue sendo um meio eco-eficiente, que oferece valor econômico enquanto reduz o impacto ambiental.”
A Airbus, líder mundial na produção de aeronaves comerciais, possui uma moderna e abrangente família de aviões com capacidade que varia de 100 a 500 assentos. Mais de 9.100 aeronaves da Airbus já foram vendidas para 390 clientes e companhias aéreas no mundo inteiro, sendo que 5.300 foram entregues desde que a empresa entrou no mercado na década de setenta.
Com receita anual de €25 bilhões em 2007, a Airbus é uma empresa internacional que emprega cerca de 56 mil pessoas de 80 nacionalidades diferentes nas áreas de criação e produção na França, Alemanha, Reino Unido e Espanha, além de subsidiárias nos Estados Unidos, China, Japão e Oriente Médio.
O site do concurso é www.airbus-fyi.com

Fonte: Aviação Brasil

Eng° Cláudio Passos Simão é o novo Diretor da ANAC

Brasília, 11 de setembro de 2008 – O Plenário do Senado aprovou na quarta-feira, 10 de setembro, o nome do engenheiro Cláudio Passos Simão para o cargo de diretor da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC. O decreto de nomeação, assinado pelo Presidente da República, deverá ser publicado no Diário Oficial da União. O novo diretor será responsável pelas áreas de Segurança Operacional e Aeronavegabilidade e cumprirá mandato até 23 de fevereiro de 2011. Cláudio Passos Simão, de 49 anos, é atualmente o Superintendente de Aeronavegabilidade da ANAC. Engenheiro aeronáutico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Passos é membro brasileiro oficialmente designado no Painel de Aeronavegabilidade da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI). Foi Gerente-Geral de Certificação de Produtos Aeronáuticos da ANAC, instrutor do Instituto de Aviação Civil (DAC) e Oficial Engenheiro da Força Aérea Brasileira.
Fonte: Portal Anac (www.anac.gov.br)

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

QUEDA DE AVIÃO MATA 18 NO NEPAL

Um avião caiu quarta-feira (08/10/08) em um pequeno aeroporto nas encostas do Himalaia, no Nepal, deixando 18 pessoas mortas. Entre as vítimas estavam 16 turistas - 12 alemães, 2 australianos e 2 nepaleses-- além de dois tripulantes. Os corpos, ainda não identificados, foram levados para a capital Katmandu por um helicóptero militar.
O acidente foi causado, provavelmente, pelo mau tempo registrado no momento em que o piloto tentou aterrissar no aeroporto de Lukla, em uma região montanhosa perto do monte Everest. Uma das rodas da aeronave bateu na cerca de segurança, fazendo com que o avião sofresse uma queda brusca e pegasse fogo.
Apenas o piloto sobreviveu ao acidente e foi levado em estado grave para o hospital Vijay Shreshta, em Katmandu, a 80 km do local.
O avião da Yeti Airlines, com capacidade para 19 pessoas, partiu de Katmandu com destino ao local do aeroporto, que fica a 60 km do monte Everest. O aeroporto fica a uma altitude de 2.800 metros, nas encostas laterais do Himalaia, e é um dos pontos de partida para os montanhistas que sobem o Everest.
No momento da aterrissagem, a visibilidade do aeroporto estava em torno de 1.310 pés (400 metros), suficiente para um pouso seguro, informou o gerente-geral do aeroporto de Katmandu, Mohan Adhikari. Mas, segundo o chefe da Aviação Civil do Nepal, Yagya Prasad Gautam, o acidente "provavelmente foi causado por uma súbita mudança no tempo".
Na queda, o avião arrastou-se e parou dentro dos limites do aeroporto pegando fogo. Segundo a mídia local, as equipes de resgate e moradores locais demoraram duas horas para apagar o incêndio.
O aeroporto de Lukla é pequeno e famoso entre os viajantes por causar náuseas nas aterrissagens e ocasionais acidentes menores, como pousos não-programados. No fim da pista, há um declive íngreme de centenas de metros abaixo.
Existem cerca de 12 linhas aéreas privadas que operam no Nepal. Parte delas voa para áreas remotas sem estradas levando turistas estrangeiros que desejam viajar ao Himalaia. Em 2005, nove passageiros e três tripulantes sobreviveram com pequenos ferimentos em uma queda semelhante de um avião da Gorkha Airlines no mesmo aeroporto.
Fonte: Portal Folha On-line (Apenas o piloto sobreviveu ao acidente e foi levado em estado grave para o hospital Vijay Shreshta, em Katmandu, a 80 km do local.
O avião da Yeti Airlines, com capacidade para 19 pessoas, partiu de Katmandu com destino ao local do aeroporto, que fica a 60 km do monte Everest. O aeroporto fica a uma altitude de 2.800 metros, nas encostas laterais do Himalaia, e é um dos pontos de partida para os montanhistas que sobem o Everest.
No momento da aterrissagem, a visibilidade do aeroporto estava em torno de 1.310 pés (400 metros), suficiente para um pouso seguro, informou o gerente-geral do aeroporto de Katmandu, Mohan Adhikari. Mas, segundo o chefe da Aviação Civil do Nepal, Yagya Prasad Gautam, o acidente "provavelmente foi causado por uma súbita mudança no tempo".
Na queda, o avião arrastou-se e parou dentro dos limites do aeroporto pegando fogo. Segundo a mídia local, as equipes de resgate e moradores locais demoraram duas horas para apagar o incêndio.
O aeroporto de Lukla é pequeno e famoso entre os viajantes por causar náuseas nas aterrissagens e ocasionais acidentes menores, como pousos não-programados. No fim da pista, há um declive íngreme de centenas de metros abaixo.
Existem cerca de 12 linhas aéreas privadas que operam no Nepal. Parte delas voa para áreas remotas sem estradas levando turistas estrangeiros que desejam viajar ao Himalaia. Em 2005, nove passageiros e três tripulantes sobreviveram com pequenos ferimentos em uma queda semelhante de um avião da Gorkha Airlines no mesmo aeroporto.
Fonte: Portal Folha On-line

O BLOG TÁ DE CARA NOVA!!!

Olá pessoal, como vocês devem ter percebido, o blog está com um visual diferente. Além de inovar nas cores e modificar o layout, acrescentei algumas coisas que irei explicar pra vocês agora.
Todo mês irei postar alguma enquete sobre algum tema que julgue interessante para a aviação e espero que vocês participem votando e expressando as suas opniões.

Outra novidade é que do lado direito existem agora três espaços destinados a publicidade. Lá vocês poderão observar sempre algo interessante e sem riscos de vírus.
Além disso, em uma parceria com a Google, também há agora no blog um mecanismo de busca, onde você poderá pesquisar sobre qualquer assunto, mas quando se tratar de assunto a busca se tornará mais completa.
Então pessoal, é isso aí. Aos poucos busco sempre melhorar as ferramentas e espero que vocês continuem visitando o blog, deixando seus recados, mandando suas fotos, participando agora das enquetes, fazendo suas buscas e conhecendo os nossos parceiros publicitários.

Um abraço a todos! Bons voos sempre!

Bruno Maciel.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

AERONAVE DO MÊS - EMB-712 (TUPI)


O Embraer EMB-712, também chamado de Tupi, é um aeroplano monomotor, equipado com trem de pouso fixo, inteiramente metálico, dispondo de acomodações para um máximo de 4 ocupantes e bagageiro.

Este avião é produzido sob licença pela Embraer (Brasil) e Chincul (Chile) do popular Piper PA-28 Cherokee Archer II. A série Cherokee tem mais de 20.000 unidades produzidas, sendo um dos aviões de pequeno porte mais populares e seguros em todo o mundo.

O Tupi é um avião de treinamento primário, utilizado nos cursos de formação de Piloto Privado (PP), Piloto Comercial (PC) e treinamento básico de vôo por Instrumentos (IFR).

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Fabricante: Embraer (Brasil)

No de assentos: 4 (piloto + 3 passageiros)

Motor: Lycoming O-360-A4, 180HP

Comprimento: 7,25m

Envergadura: 10,67m

Altura: 2,24m

Peso vazio: 642kg

Peso máx. decolagem: 1.157kg

Vel. de cruzeiro: 229km/h

Vel. máxima: 237km/h

Autonomia: 1.038km

NOTÍCIAS - AVIÃO DA QANTAS FEZ POUSO DE EMERGÊNCIA APÓS ENFRETAR TURBULÊNCIA


Pelo menos 40 pessoas se feriram quando um avião da companhia australiana Qantas, com 303 passageiros e 10 tripulantes a bordo, enfrentou mudanças bruscas de altitude durante vôo sobre o noroeste da Austrália nesta terça-feira (7). A aeronave teve de fazer um pouso de emergência no aeroporto de Learmonth. A polícia local informou que o piloto desviou a rota após enfrentar forte turbulência. Segundo os policiais, 40 pessoas ficaram feridas com fraturas e lacerações, e 20 delas, em estado grave, tiveram de ser levadas ao hospital de Exmouth.

O escritório australiano de segurança no transporte afirmou que o voo QF-72, de um Airbus A-330 com 313 pessoas a bordo, ia de Cingapura a Perth, capital da Austrália Ocidental, quando teve uma "brusca mudança de altitude", segundo a Qantas. O avião lançou uma chamada de socorro por volta das 13h30 (2h30 de Brasília), e cinco minutos depois realizou uma aterrissagem forçada em uma base aérea militar australiana a 40 quilômetros de Exmouth. Alertada, a torre de controle tinha preparados ambulâncias e bombeiros para atender a emergência. Um passageiro disse à imprensa australiana que a mudança de altitude foi tão brusca que muitas pessoas bateram a cabeça no teto da cabine e sofreram ferimentos sérios, segundo a testemunha, que trabalhou para a Autoridade de Segurança na Aviação Civil da Austrália. A Qantas afirmou, em comunicado, que não sabem o problema que obrigou o piloto a realizar a manobra, mas o delegado da polícia da Austrália Ocidental, Karl O'Callaghan, disse que pode ter ocorrido uma falha mecânica. A segurança da principal companhia aérea australiana foi posta em dúvida após vários incidentes e falhas técnicas ocorridos nos últimos meses.